Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.7/5 (301 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Página

 

 

 

 

 

A energia positiva que conduz a bondade do universo sempre estará tramando alguma coisa para que possamos despertar em outro alguém, os sentimentos de amizade, respeito e amor... Namastê!!

 

 

 

 

 

Quando o amor fica eterno, é quando ambos pertencem ao mesmo universo!


Afasta Energias Negativas

 

 

 

 

Flag Counter

 

 

 


Textos Edificantes
Textos Edificantes

A SUA RADIO
RADIO BAHIA SALVADOR

 

 


  •  

 

 Eu ainda não sei controlar direito a natureza exuberante e maravilhosa que existe dentro de mim: As árvores da minha bondade ainda não dão frutos cem por cento doces: O rio dos meus pensamentos ainda não despoluiu totalmente: A liua cheia da minha vida, não consegue clarear indistintamente: O mar da minha bondade, e suas ondas gigantes, ainda machucam: A chuva de compaixão do meu verão ainda causa imundação: O céu azul do meu planeta íntimo, se veste de roxo vez em quando: Preciso tomar providências: apesar de ser difícil, vou à luta. Eu quero engravidar de Amor: voar nas asas da Sabedoria e da Caridade: Dar à luz a uma vida plena Nando Cordel

 

 

Os dez mandamentos das relações humanas

1. FALE com as pessoas. é tão agradável e animado quanto uma palavra de saudação, particularmente hoje em dia quando precisamos mais de "sorrisos

2. SORRIA para as pessoas. Lembre-se que acionamos 72 músculos pra franzir a testa e somente 14 para sorrir.

3.CHAME as pessoas pelo nome. A música mais suave para muitos ainda é ouvir o seu próprio nome.

4.SEJA amigo e prestativo. Se você quiser ter amigos, seja amigo.

5. SEJA cordial. Fale e aja com toda sinceridade: tudo o que você fizer faça-o com todo prazer.

6. INTERESSE_SE sinceramente pelos outros. Lembre-se que você sabe o que sabe, porém você não sabe o que os outros sabem.

7.SEJA generoso em elogiar, cauteloso em criticar. Os líderes elogiam. Sabem encorajar, dar confiança, e elevar os outros.

8. SAIBA considerar os sentimentos dos outros. Existem três lados numa controvérsia: o seu , o do outro, e o lado de quem está certo.

9. PREOCUPE_SE com a opinião dos outros. Três comportamentos de um verdadeiro lider, ouça, aprenda e sabia elogiar.

10. PRECURE apresentar um excelente serviço. O( que realmente vale em nossa vida é aquilo que fazemos para os outros.

O mundo do faz de conta...

 Recentemente uma professora, que veio da Polônia para o Brasil ainda muito jovem, proferia uma palestra e, com muita lucidez, trazia pontos importantes para reflexão dos ouvintes. Já vivi o bastante para presenciar três períodos distintos no comportamento das pessoas, dizia ela. O primeiro momento eu vivi na infância, quando aprendi de meus pais que era preciso ser. Ser honesta, ser educada, ser digna, ser respeitosa, ser amiga, ser leal. Algumas décadas mais tarde, fui testemunha da fase do ter. Era preciso ter. Ter boa aparência, ter dinheiro, ter status, ter coisas, ter e ter. Na atualidade, estou presenciando a fase do faz de conta. Hoje, as pessoas fazem de conta e está tudo bem. Pais fazem de conta que educam, professores fazem de conta que ensinam, alunos fazem de conta que aprendem, profissionais fazem de conta que são competentes, governantes fazem de conta que se preocupam com o povo e o povo faz de conta que acredita. Pessoas fazem de conta que são honestas, líderes religiosos fazem de conta que são representantes de Deus, e fieis fazem de contam que têm fé. Doentes fazem de conta que têm saúde, criminosos fazem de conta que são dignos e a justiça faz de conta que funciona e faz de conta que é imparcial. Traficantes fazem de conta que são cidadãos de bem e consumidores de drogas fazem de conta que não impulsionam esse nefando mercado do crime. Pais fazem de conta que não sabem que seus filhos usam drogas, que se prostituem, que estão se matando aos poucos, e os filhos fazem de conta que não sabem que os pais sabem. Corruptos se fazem passar por idealistas e terroristas fazem de conta que são justiceiros. E a maioria da população faz de conta que está tudo bem. Mas uma coisa é certa: não podemos fazer de conta quando nos olhamos no espelho da própria consciência. Podemos até arranjar desculpas para explicar nosso faz de conta, mas não há como justificar. Importante salientar, todavia, que essa representação no dia a dia, esse faz de conta, causa prejuízos para aqueles que lançam mão desse tipo de comportamento. A pessoa que age assim termina confundindo a si mesma e caindo num vazio, pois nem ela mesma sabe quem é, de fato, e acaba em uma frustração sem fim. Raras pessoas são realmente autênticas. Por isso elas se destacam em seus ambientes. São aquelas que não representam, apenas são o que são, sem fazer alarde disso. São profissionais éticos e competentes, amigos leiais, pais zelosos na educação dos filhos, políticos honestos, religiosos fieis aos ensinos que ministram. São, enfim, pessoas especiais, descomplicadas, de atitudes simples, mas coerentes e, acima de tudo, fieis consigo mesmas. Pessoas realmente autênticas são raras. ,as existem. Na maioria das vezes, são pessoas felizes. O médico Dráuzio Varella nos ensina. Se não quiser adoecer, não viva de aparências. Quem esconde a realidade, finge, faz pose, quer sempre dar a impressão que está bem, quer mostrar ser perfeito, bonzinho, etc, está acumulando toneladas de peso, uma estátua de bronze, mas com os pés de barro. Nada pior para a saúde que viver de aparências e fachadas. São pessoas com muito verniz e pouca raiz. Seu destino é a farmácia, o hospital, a dor. Se é fácil enganar os outros, é impossível enganar a nós mesmos. Afinal, não é aos outros que prestaremos contas das nossas ações, e sim, à nossa própria consciência. (A.D.)

Chamo-me Amor

Quando o desalento te invadir a alma e as lágrimas te aflorarem aos olhos, busca-Me: Eu sou Aquele que sabe sufocar-te o pranto e estancar-te as lágrimas; Quando te julgares incompreendido pelos que te circundam, e vires que em torno a indiferença recrudesce acerca-te de Mim: Eu sou a Luz, sob cujos raios se aclaram a pureza de tuas intenções e a nobreza de teus sentimentos; Quando se te extinguir o ânimo, as vicissitudes da vida, e te achares na iminência de desfalecer, chama-Me: Eu sou a Força, capaz de remover-te as pedras dos caminhos e sobrepor-te às adversidades do mundo; Quando, inclementes, te açoitarem os vendavais da sorte e já não souberes onde reclinar a cabeça, corre para junto de Mim: Eu Sou o Refúgio, em cujo seio encontrarás guarida para o teu corpo e tranquilidade para o teu espírito; Quando te faltar a calma, nos momentos de maior aflição, e te julgares incapaz de conservar a serenidade de espírito, invoca-Me: Eu sou a Paciência, que te faz vencer os transes mais dolorosos e triunfar nas situações mais difíceis; Quando te abateres nos paroxismos da dor e tiveres a alma ulcerada pelos abrolhos dos caminhos, grita por Mim: Eu sou o Bálsamo, que te cicatriza as chagas e te minora os padecimentos; Quando o mundo te iludir com suas promessas falazes e perceberes que já ninguém pode inspirar-te confiança, vem a Mim: Eu sou a Sinceridade, que sabe corresponder à fraqueza de tuas atitudes e à excelcitude de teus ideais; Quando a tristeza e a melancolia te povoarem o coração e tudo te causar aborrecimento, chama por Mim: Eu sou a Alegria, que te insufla alento novo e te faz conhecer os encantos de teu mundo interior; Quando, um a um, te fenecerem os ideais mais belos e te sentires no auge do desespero, apela para Mim: Eu sou a Esperança que te robustece a fé e acalenta os sonhos; Quando a impiedade se recusar a relevar-te as faltas e experimentares a dureza do coração humano, procura-Me: Eu sou o Perdão, que te eleva o ânimo e promove a reabilitação de teu espírito; Quando duvidares de tudo, até de tuas próprias convicções, e o cepticismo te avassalar a alma, recorre a Mim: Eu sou a crença, que te inunda de luz o entendimento e te reabilita para a conquista da felicidade; Quando já não aprovares a sublimidade de uma afeição sincera e te desiludires do sentimento de teu semelhante, aproxima-te de Mim: Eu sou a Renúncia, que te ensina a olvidar a ingratidão dos homens e a esquecer a incompreensão do mundo; Quando, enfim, quiseres saber Quem Sou, pergunta ao riacho que murmura, e ao pássaro que canta; à flor que desabrocha e à estrela que cintila, ao moço que espera e ao velho que recorda. Eu sou a Dinâmica da Vida e a Harmonia da natureza; Chamo-me Amor.

Emmanuel - Chico Xavier